61 99643-3389
gnosebrasilia@gmail.com

Artigo do Blog

Leia o artigo a seguir
1 abr 2021

Wesak: A Sagrada Festa Budista

/
Postado por
/
Comentários0

WESAK: A SAGRADA FESTA BUDISTA

COMPREENDA A UNIÃO DA FRATERNIDADE BRANCA COM O BUDA, O CRISTO E A GNOSE

 

Na cordilheira do Himalaia há um vale elevado que fica a oeste de Lhasa, próximo ao Nepal.

Este vale é na verdade uma elevada planície coberta por vegetação rasteira de cor verde escura.

No dia da lua cheia de Touro (geralmente em maio, em 2021 será no dia 26/05 às 08h15), uma multidão de pessoas acorre a esse lugar e se sentam silenciosamente para comemorar a Bela e Sagrada Festividade do Wesak.

Wesak é a milenar comemoração do Oriente quando, na lua Cheia de Touro, o grande Buda de Compaixão (Buda Maitreya) derrama suas bênçãos sobre o mundo.

Nesse auspicioso dia, tendo se preparado espiritualmente, todos se reúnem nesse local aguardando o momento supremo.

Pessoas idôneas que presenciaram esta cerimônia singular, relatam que os líderes espirituais locais iniciam o trabalho realizando cânticos e orações, preparando o ambiente para receber a mais alta voltagem de Luz e Amor.

Após algum tempo, quando o ambiente pulsa em grande voltagem, uma nuvem etérea de imensa luminosidade se faz presente, propiciando a materialização dos Mestres da Fraternidade Branca do Oriente, que com um simples sinal se organizam em 3 círculos concêntricos perfeitos. Impossível não se extasiar com tal imagem.

De repente iniciam um canto que transmite uma mensagem angelical; esses seres cósmicos dizem de sua Compaixão por nossa humanidade sofredora, exortando a todos para que deixemos a discórdia e nos tornemos instrumentos de límpido amor; exortam para que sejamos como uma taça de cristal onde poderá ser colocada a Luz, o Amor e a Sabedoria de Seu Poder. Pois nada resiste ao seu Poder, nada resiste à Sua Luz!

À medida em que os cantos se tornam mais profundos, um Belíssimo Sol resplandece sobre o altar no meio do círculo!  É o BUDA MAITREYA que se faz presente para abençoar toda a Humanidade.

Buda não é apenas um personagem histórico, o Sidarta;  esta palavra sânscrita significa ILUMINADO; e Cristo também não é apenas o Jesus da Galileia, Cristo significa em grego antigo alguém que se cristificou, se purificou, foi ungido com o Pai, atingiu a perfeição ígnea nos elevados planos da Vontade Cósmica (o plano causal, refletido no 5º corpo do ser humano, A Vontade Consciente, forjado em ouro puro pela alquimia).

Portanto, Buda-Maitreya é um iniciado que se iluminou (despertou sua consciência completamente) e se Cristificou (fabricou seus corpos em ouro).

Samael Aun Weor é considerado entre todos os verdadeiros participantes do Círculo Consciente da Humanidade, a Grande Fraternidade Branca, como o Buda Maitreya da Era de Aquário, ou seja, aquele que veio Iluminar e ensinar as pessoas de Boa Vontade a se cristificarem pelo exercício dos 3 Fatores de Revolução da Consciência, base da Gnosis Universal: morrer em defeitos, nascer alquimicamente e servir a humanidade.

Nas próprias palavras de Samael: “Cristo para nós os gnósticos é um fato cósmico-biológico de grande importância. Por isso falamos do Cristo Cósmico, do Cristo Histórico e do Cristo Líquido (seminal). O Cristo, cujo verdadeiro nome é Maitreya, é uma potência do Universo, cuja aura está produzindo grandes fenômenos na atmosfera do nosso planeta”.    

Feitos estes aclaramentos, continuamos com a descrição da divina cerimônia do Wesak…

Todos então se ajoelham e com suas mãos estendidas para o alto, cantam a glória do Cristo presente!

O Ser excelso que está sobre o altar em posição de lótus numa túnica amarelo- dourada, estende sua mão direita para o céu, e a esquerda para a Terra, unindo assim o Humano e o Divino, a Matéria e o Espírito!

Ele toma a tigela que está sobre o altar, símbolo do Amor Sublimado de onde emana todo sustento do espírito, e a coloca sobre sua cabeça, sobre sua coroa de luz e depois a repõe no altar.

Uma chuva de pétalas de flores se faz presente e um perfume maravilhoso inebria a todos.

A imagem do Glorioso BUDA esboça um sinal de benção e aos poucos desaparece.

E todos cantam: “HARI! OM! TAT! SAT!” – “Senhor Tu és Aquilo! Inexpressável Unidade!”

 

Em 2021, no dia 26 e maio, acontece nos planos sublimes essa linda festa, pois é a Lua Cheia de Buda, a Lua de WESAK.

Nesse dia comemoram-se 3 grandes acontecimentos: O Nascimento, a Iluminação e a Morte do Grande e Sagrado BUDA!

Mas o que acontece nos planos sutis da Natureza e de onde vem toda essa força?

Há uma belíssima energia emanada do Universo que se expressa com “O Princípio da Liberdade.”.

Ela tem origem na grande estrela Sírio, sol que está para o Logos Solar assim como o Astro Rei, que nos Ilumina física e espiritualmente, está para nós.

E o que isso significa?

Que o Logos Solar, assim como nós, aspira através de toda sua Criação, de todos os reinos, atingir a Liberdade, a Perfeição!

A Liberdade é a nota Chave do nosso Sistema Solar.

Só conseguiremos atingi-la se trabalharmos conscientemente sobre nós mesmos, com autodisciplina, vontade, amor e sabedoria.

Só existe Liberdade na Aniquilação do Ego, dos defeitos psicológicos que trazemos dentro, do Individualismo, do Mim Mesmo.

A criação é um drama de contração e expansão, de materialização e espiritualização. Como diz o Venerável mestre Samael, o Mahavan e Chotovan.

Essa Energia de Liberdade é a energia motivadora, o impulso, o ímpeto desse grande movimento para a espiritualização e unidade que todos os seres buscam.

A Liberdade é um processo em permanente expansão em direção à Beleza, ao Bem e à Unidade.

Na lua cheia de WESAK, toda essa beleza, essa força se faz presente através de 3 influências potentíssimas:

  1. A Energia da Sabedoria.
  2. A Energia da Iluminação, que é a energia do Amor- Sabedoria.
  3. A Energia da Vontade de Deus, que se revela como Propósito e como Plano.

Nesse dia especial do WESAK, todas essas energias são concentradas pela Divina Mãe do Mundo, a Mãe Espaço Urânia, e como maestrina dessa orquestra Cósmica, ordena que determinadas estrelas de seu manto trabalhem belo bem do mundo e preparem o tapete onde o Grande Ser pisará com seus sublimes pés:

  • A Energia da Liberdade provém de SÍRIO.
  • A Energia da Iluminação provém da constelação de Touro (estrela ALDEBARÃ – o olho do Touro)
  • A Energia da Vontade é emanada pela estrela URSA MAIOR.

É assim que, em cada lua cheia de WESAK as energias da Luz, da Vontade, e da Liberdade inundam as esferas superiores de nosso planeta e “carregam de luz” todos os grandes iniciados e discípulos com elas sintonizados, dando-lhes força para destruir todas as seculares correntes que nos prendem à materialidade e à inconsciência, e assim poder eliminar as superstições, ilusões, ganância, preconceitos ,orgulho, vaidades, etc….. libertar o SER!

Essas energias negativas geradas por nós mesmos, essas cristalizações, poderão ser quebradas e nosso trabalho interno facilitado.

Vibremos com essas sagradas energias na busca de não mais sermos escravos de nossos impulsos cegos e infra-humanos. Usufruir da verdadeira Liberdade!

Em cada ser humano existe uma Cordilheira do Himalaya (sua coluna espinhal), um vale do WESAK (seu coração) e um Cristo-Buda-Branco, Sírio-Aldebarã-Ursa Maior, Liberdade-Iluminação-Vontade, esperando para se manifestar !

E quando manifesto, o Maytreia irradia toda sua Bondade a cada parte de Nosso Ser Interior Profundo !

Elevemos nossos corações e alcemos alto o cálice das virtudes do Amor, Vontade e Liberdade para atingirmos a Bem-aventurança de colaborar conscientemente para a OBRA de DEUS.

 

Heloisa Pereira Menezes – instrutora e diretora da AGF – Associação Gnóstica de Fortaleza.