61 98103-5127
gnosebrasilia@gmail.com

Artigo do Blog

Leia o artigo a seguir
17 jan 2018

Projeção Astral: 7 dicas para sair conscientemente do corpo

/
Postado por
/
Comentários0

Projeção Astral: 7 dicas para sair conscientemente do corpo

A projeção astral é o fenômeno natural de desdobramento (saída) dos corpos sutis de seu assento denso, o corpo físico, enquanto dormimos. Ela ocorre todas as noites com todas as pessoas, constituindo os Sonhos se o fenômeno é descontrolado e inconsciente, e caracterizando o Desdobramento Astral se a técnica é aplicada de forma controlada e consciente.

Para que o corpo etérico ou vital recupere o corpo físico do cansaço do dia, os demais cinco corpos (astral, mental, manásico, búdico e átmico) saem a perambular pelas dimensões superiores da natureza.

E não há nenhum risco nesses passeios involuntários pelos planos sutis, uma vez que todas as pessoas os fazem todas as noites enquanto dormem, na grande maioria das vezes de forma inconsciente.

A totalidade das religiões e linhas espiritualistas mencionam experiências no Plano Astral. São os “arrebatamentos aos céus”, as “descidas aos infernos”, as visões, revelações, aparições, contatos diretos com a Divindade e tantos outros relatos metafísicos.

Da mesma forma que um atleta precisa se preparar para correr 20 quilômetros, para alguém se desdobrar também é necessário preparo, condicionamento, técnica, dedicação, disciplina. Todos podem conseguir a projeção astral, dependendo de seu estado físico, energético e psicológico. Alguns conseguem a primeira experiência com uma semana de dedicação, outros precisam de meses…

Samael Aun Weor, grande sábio gnóstico do século XX, assevera a necessidade de se dominar a projeção astral para que tenhamos experiência própria, vivência pessoal, contato direto com as realidades suprassensíveis. A projeção astral nos dá informação verdadeira dos mundos sutis, com seus seres e fenômenos, elementais e divindades, escolas e templos. Quem se projeta conscientemente não repete mecanicamente o que outros falam ou escrevem – nem sempre com boas e isentas intenções.

Mas vamos então às 7 dicas para que um iniciante experimente com responsabilidade e segurança suas primeiras viagens astrais:

  • Controle a ansiedade, a incredulidade e os receios: se dormirmos de forma serena, a projeção virá naturalmente quando estivermos tranquilos e preparados. Quem desacredita previamente daquilo que desconhece não tem espírito científico e nem motivação espiritual positiva. Há que se vivenciar para rechaçar ou desacreditar. O maior receio deve ser o de continuar a se projetar inconscientemente todas as noites, desperdiçando tempo e indo a lugares onde não se tem domínio, sonhando de forma incontrolada e fantasiosa.
  • Lembre-se constantemente de si mesmo: durante o dia faça exercícios de recordação de si mesmo: onde estou, o que estou fazendo, quais são minhas motivações para esta ação ? Estou no plano físico ou no plano astral ? Em vigília ou sonhando ? Este sonho é real ou fantasioso ? Habitue-se a fazer constantemente este exercício de atenção plena. Num belo dia você fará estas perguntas e constatará que está consciente no plano astral.
  • Estude seus sonhos: procure lembrar de seus sonhos, por mais estranhos que sejam. Tenha um caderninho e anote-os. Não se movimente logo ao acordar, tente rememorá-los antes de levantar. Os sonhos são a expressão disfarçada de nosso inconsciente. Lembrá-los, estudá-los, conhecer sua simbologia e relacioná-los com nossa vida são os primeiros passos para dominar as técnicas de projeção astral. Os sonhos são experiências no plano astral, só que de forma inconsciente e descontrolada, acrescidas de nossas fantasias e devaneios pessoais.
  • Melhore a qualidade de seu sono: cuide da alimentação antes de dormir, faça uma caminhada à noite, banhe-se relaxadamente, reflita durante alguns minutos sobre os fatos e aprendizados do dia, não durma magoado ou agitado, tenha um quarto agradável (observe organização, aromas, cores, luzes, temperatura, música)… Tudo isso cria um ambiente propício à introspecção, ao descanso, à reflexão serena, ao sono reparador e à projeção astral.
  • Levante-se da cama: durante a noite, quando tomar consciência ao lembrar-se de si mesmo, inclusive quando não souber se está acordado em vigília ou dormindo/sonhando, simplesmente levante-se forma tranquila e natural da cama… Num belo dia você levantará somente com o corpo astral e caminhará flutuando pelo quarto, o corpo físico ficará na cama.
  • Dê um pulinho ou estique o dedo: quando estiver em dúvida se está no plano físico ou astral, em sonhos ou em vigília, dê um pulinho (se estiver em astral você vai flutuar) ou tente esticar um dos dedos da mão (no astral nossos corpos são plásticos – e o dedo vai se esticar, voltando ao normal logo em seguida). Você vai se surpreender positivamente.
  • Não use drogas: no gnosticismo autêntico ensinado por Samael Aun Weor não são recomendadas drogas ou qualquer substância que altere a consciência. Há dezenas de técnicas muito eficientes para projeção astral, dispensando completamente o uso de substâncias alucinógenas e psicotrópicas, legais ou ilegais, profanas ou “sagradas”. Estes artificialismos comumente precipitam as pessoas para experiências no astral inferior, nos próprios mundos infernais do praticante.

A projeção astral é uma ferramenta importantíssima para quem almeja se autoconhecer e se autotransformar, deixando de seguir por imitação uma religião ou linha espiritualista e tornando-se pesquisador por si mesmo, tendo contato direto com as realidades palpáveis do plano astral.

A projeção nos mostra as coisas como são, não como pensamos serem ou como nos dizem serem.

 

Sérgio Linke é engenheiro e presidente da Associação Gnóstica de Fortaleza