61 98103-5127
gnosebrasilia@gmail.com

AULA 17 – A SACRALIDADE DO SEXO

Nossa existência física inicia-se pelo próprio sexo, todos os seres nascem de um útero materno. Contudo, mesmo assim, temos visto o sexo como algo reprovável. A explicação para isso é a ignorância para a própria sacralidade do sexo, permitindo-se que a mente embotada de maledicências corrompa o verdadeiro papel do sexo como porta para a espiritualidade. Devido a sua máxima importância, podemos encontrar o sexo em vários tratados, filosofias, povos, ciências, religiões e inclusive em todas as obras sagradas tal como na Bíblia. Documentos antropológicos antigos, como os códices egípcios, maias, incas, astecas, templos hindus e tibetanos, mostram o sexo como um meio de se unir ao ABSOLUTO.

A palavra sacramento provém do latim “sacra” ou “sacrum” e tem uma íntima relação com o osso sacro da coluna vertebral. Essa parte da espinha dorsal chamada de sacro-cóccix, que faz parte de nosso Sistema Nervoso Central, está justamente próxima dos órgãos sexuais e do chacra Básico onde Kundalini está enroscada 3 vezes e meia. Todo o poder para regenerar ou degenerar está nessa porta, o sexo.

A Sacralidade do sexo é inquestionável para quem possui a consciência desperta, uma vez que em toda a natureza, em toda a criação do universo, nos elementos químicos, nos cultos dos povos primitivos como os apresentados na aula do curso de Gnose sobre a Sacralidade do Sexo. Tudo inspira e transpira pura sexualidade, tudo existe graças a essa energia que pulsa no centro de cada planeta, de cada Ser, de cada molécula, de cada átomo, de cada alma mineral, vegetal, animal, humana, angélica e assim por diante.

Mas, independentemente do ser humano estar desperto, essa força maravilhosa é manipulada por ele, podendo conduzi-lo ao ascenso a Deus ou ao descenso aos submundos conhecidos como mundos infernos. Assim, ora como crianças inconscientes desprovidas de educação, ora como crianças rebeldes, a grande parte da humanidade tem se deixado levar pelo mau uso do sexo chegando ao estado de degeneração em que nos encontramos atualmente.

Felizmente, Samael Aun Weor nos deixou através de sua Obra, um caminho para que todas as pessoas pudessem chegar a esse conhecimento transcendental do sexo, numa linguagem acessível aos dias de hoje, para que todas as pessoas tenham acesso à porta para sua própria regeneração e redenção. Esse caminho já havia sido ensinado por Hermes Trismegisto, o três vezes grande Deus Íbis de Thot, João Batista, o Ungido, Quetzalcoatl no México, Krishna e Buda na Índia, pelo nosso Salvador Salvandus Jesus Cristo e muitos outros. Mesmo assim, poucas são as almas que aproveitam esse ensinamento ou porque o rechaçam ou porque não conseguem compreende-lo.